Postagens

Mostrando postagens de 2017

Ler ou não ler mais de um livro ao mesmo tempo, eis a questão

Imagem
Dependendo do tipo de livro, ler nem sempre é a tarefa mais fácil do mundo. Um livro de fantasia desce bem mais fácil que um sobre o processo penal brasileiro, por exemplo. Com o passar do tempo, você pode vir a se acostumar a ler e a ficar mais experiente no quesito, podendo até mesmo ler mais de um livro por vez. E é esse o tema dessa postagem: múltiplas leituras.
Por experiência própria, posso citar os motivos que me levam a ler mais de um livro: nem sempre estou a fim daquela leitura naquele determinado momento ou, às vezes, minha atenção é roubada para uma obra mais atrativa. Foi mais ou menos assim durante o período em que estava com o A Fúria dos Reis (George Martin). O iniciei no começo do mês de outubro e só finalizei na metade de dezembro. Nesse meio tempo, foram 4 outras obras lidas, um crime para quem é do time "Um livro por vez".
A seguir, alguns tópicos sobre o tema: Se eu ler mais de um livro ao mesmo tempo, vou acabar esquecendo dos detalhes e misturando tu…

Dica da Vez: Guia de Redação, de Antonio Carlos Viana

Imagem
E a dica de leitura da vez é o Guia de Redação: escreva melhor, de Antonio Carlos Viana.
Essencial para estudantes que buscam melhorar seus textos, o livro é repleto de dicas, regras e estratégias para um maior domínio da linguagem escrita e argumentativa.
Vale a pena ler, principalmente se você está no Ensino Médio e precisa mandar bem na Redação na hora do ENEM.
Esse livro provavelmente será minha salvação nas próximas avaliações de redação que farei.

| Opinião | Literatura Adaptada Para Quadrinhos

Imagem
Existem atualmente dezenas de livros adaptados para os quadrinhos a fim de introduzir novos integrantes ao mundo dos livros. Os quadros são, historicamente, uma forma de proporcionar uma melhor interpretação do enredo narrado.
Muitas vezes, os livros escolhidos para a adaptação são aqueles tarjados pelos jovens leitores como "complicados demais para ler". É o caso das obras clássicas brasileiras e mundiais: O Cortiço, de Aluísio de Azevedo; O Alienista e Dom Casmurro, de Machado de Assis; Dom Quixote, de Miguel de Cervantes; O Músico Extraordinário, de Lima Barreto... (Todos já foram adaptados).
É perceptível que, nos últimos tempos, as Secretarias de Educação têm reservado maior investimento em adaptações de livros clássicos. Os assustadores volumes integrais estão cada vez mais sumidos das bibliotecas públicas. Quem não adorava as revistinhas da Turma da Mônica, Sesinho, Menino Maluquinho quando criança?  Até as tirinhas dos livros de Língua Portuguesa têm um lugar reserv…

A arte de encontrar livros em casa

Imagem
Só quem consegue encontrar livros bons abandonados em casa. O Vendedor de Judas, de Tércia Montenegro, da Edições Demócrito Rocha. Coletânea de contos muito bem escritos. Quem não adora contos?

| Resenha | Coisas Que o Tempo Levou, de Raimundo de Menezes

Imagem
Título: Coisas Que o Tempo Levou Subtítulo: Crônicas Históricas da Fortaleza Antiga Autor: Raimundo de Menezes Páginas: 208 Publicação: 1938 | 1977 | 2006 Editora: Edições Demócrito Rocha Preço: A partir de R$ 20,00
"Quanta ingenuidade saborosa nas festas antigas da Fortaleza dos nossos avós! Quanta simplicidade nos folguedos tradicionais que o tempo levou! Como eras encantadora, minha cidade amada, com as tuas festanças simples como tu mesma! A tua alegria espontânea daqueles tempos chega-nos até hoje trazida pelo humor de uma raça forte e sofredora que, apesar de todas as vicissitudes, é alegre, quando devia, pelas contingências humanas, ser profundamente triste".

Coisas Que o Tempo Levou  é sem dúvidas uma importantíssima obra para todos os cabeças chata, em especial aos fortalezenses. Trata-se de uma coleção de crônicas sobre o passado da capital cearense, Fortaleza, onde somos levados a conhecer episódios peculiares e marcantes, personagens ilustres e costumes protagonizados p…

[CONTO]: 'Silêncio no Deserto'

Eu acordei. Ouvia barulho lá embaixo, os sons matinais da casa, familiares discutiam algum assunto banal. Através da janela, escutava pássaros fazendo algazarra. No vizinho, a música eletrônica estrondava no volume máximo.
Levantei da cama, desci as escadas. Olhei ao redor, silêncio. Não havia ninguém em casa. No fogão, o arroz queimava, produzindo um chiado. Exceto por isso, silêncio. 
Não me importei ao ver a casa vazia, estava acostumado a isso e admito, apreciava. Fui para o banho e quando saí, percebi que os animais também não estavam presentes. O poleiro do papagaio estava abandonado, o gato não se encontrava e até os peixes haviam sumido do tanque.
Mas não me preocupei, deveria existir alguma explicação. E eu a descobriria quando minha família retornasse de onde quer que tenha ido. Me alimentei do que sobrou do café da manhã. 

Algumas horas se passaram  e o silêncio ainda reinava. Mas o barulho do silêncio estava em todo lugar. Não havia um ruído sequer nas residências vizinhas ou …

[RESENHA] - 'O Mundo de Sofia - Romance da História da Filosofia'

Imagem
A resenha da vez é sobre o livro 'O Mundo de Sofia - Romance da História da Filosofia'. O li em 2016 e me surpreendi com o que podemos aprender numa obra sobre um assunto considerado 'chato' por muitos, me fez mudar de ideia em relação à Filosofia. Espero que goste. :D-  Felype Maciel



O Mundo de Sofia- Romance da História da Filosofia Autor: Jostein Gaarder Nacionalidade: Norueguês Ano de Publicação: 1991 Publicação no Brasil:
Número de Páginas: Editora Seguinte | Companhia das Letras
568